logo iot sbot
Dr. Carlos Dorilêo
Médico do Exercício e do Esporte
CRM 125817 / TEOT 11835 / RQE 60153 & 65955
logo medesp sbmee
sbot & sbmee & medesp

Avaliação Pré participação

Novas diretrizes americanas de Cardiologia do Esporte (Avaliação pré participação) - (PDF).


A responsabilidade primordial do Médico do Esporte é proporcionar aos seus pacientes a prática segura da atividade física, do exercício ou do esporte competitivo. Para tanto, na primeira consulta, após uma detalhada conversa sobre o histórico médico pessoal e familiar do (a) paciente, e minucioso exame físico, investigando fatores de risco para cardiopatias, são solicitados exames laboratoriais (para diagnóstico de diabetes, dislipidemia, hipotireoidismo, anemia, entre outras doenças) e a rotina cardiológica (eletro de repouso, teste ergométrico e ecocardiograma), seguindo as diretrizes da sociedade brasileira de medicina esportiva, que é baseada nas diretrizes europeias,
Diretriz em Cardiologia do Esporte e do Exercício - SBC e SBME (em PDF),
Diretrizes Europeias.

Por muito tempo, ocorreu uma polêmica entre as diretrizes Européias e Norte-americanas em relação à rotina de exames solicitados na avaliação pré participação, no entanto, a linha de pesquisa do Prof. Drezner, da Universidade de Washington mostrou a eficácia do modelo Europeu de avaliação pré participação na diminuição da incidência de casos de morte súbita, conforme o gráfico abaixo:


Com isso, por influência do professor Drezner, as diretrizes americanas se modificaram. Assim, as diretrizes americanas, que antes não preconizavam o eletrocardiograma de repouso, teste ergométrico e ecocardiograma, agora preconizam o "uso racional"dos exames complementares, fazendo-se necessário, em atletas de alta performance, a realização desses exames visando a prática segura do Esporte Br J Sports Med-2016-Drezner-bjsports-2016 (em PDF)

Medicina do Esporte
Instituto de Ortopedia USP

Parceiros

Game Ready
Clínica Move
Kit Recuperação